17 Minutos

Unanimidade em Varsóvia

leia e ouça: eric ryan || close

meia noite e três

meia noite e quatro…

Uma tela. Tela azul. Celular. Dois. O celular dele. O dela. Dois. Um. Eles. Apenas eles. Distantes. Tão longe. Tão perto.

– Saudade – ele disse.

Ela não respondeu com vogais e nem tampouco com sílabas. Ela apenas suspirou e o olhar verde esmeralda dela revelou o que mais sentia naquele exato instante: amor. Muito amor e saudade.

– Você é tão lind…. – ele tentou falar e foi interrompido delicadamente por ela – shhhhh. Não fala nada. Sinta. Apenas sinta – ela emendou com a voz cândida e doce e o olhou com tanto carinho e desejo que a tela azul quase derreteu.

Uma tela. Tela azul. Celular. Dois. O celular dele. O dela. Dois. Um. Eles. Apenas eles. Distantes. Tão longe. Tão perto.

Ela pousou sua mão suave sobre o ombro e…

Ver o post original 428 mais palavras