A última fotografia

Catarina voltou a escrever

Faz tempo que não saio para a noite com uma câmera em mãos… Tenho saído com o cão, mas não faço registro algum, das coisas que vejo e toco. Apenas vigio os meus passos — um hábito antigo — observo as ranhuras no chão e espio o que brota do cimento. Outro dia, me deparei com uma florzinha… gostei da tonalidade — parecia tão sensível em meio a brutalidade do cenário em volta. Mas não senti vontade de fotografá-la. Quis apenas observá-la — impressionada como sufocamos certas formas de vida nessa cidade.

O último registro fotográfico que fiz, foi da varanda… para onde fui após finalizar uma leitura — a elegância do ouriço —, e percebi que ainda não me acostumei com a nova paisagem urbana. Ainda não enxergo tudo que está lá… talvez por estar presa à paisagem do outro bairro. Sinto falta do campanário… que eu gostava de…

Ver o post original 397 mais palavras