Refletindo sobre uma questão essencial : a fome – Sergio Granja

ensaios e textos libertários

Vou começar com uma citação do médico e geógrafo pernambucano Josué de Castro (1908-1973), autor de GEOGRAFIA DA FOME, livro clássico publicado em 1946. Quando Josué de Castro foi presidente da FAO, nos anos 1950, ele denunciou: :

“No Brasil, ninguém dorme por causa da fome. Metade porque está com fome e a outra metade porque tem medo de quem tem fome”.

Nem é preciso dizer que ele teve os direitos políticos cassados pelo golpe militar de 1964.

Mas o fato é que a situação não melhorou de lá pra cá. A fome até se agravou. E o aparato de repressão aos famintos (polícia, exército, justiça, etc.) se fortaleceu e se sofisticou para dar uma satisfação aos que temem não a fome, mas os famintos. Junto com a fome, cresceu, então, o encarceramento dos pobres (em sua maioria negros). Para se ter uma ideia, o Brasil tem a quarta maior…

Ver o post original 1.162 mais palavras