O enterro do glifosato

Arno Kayser

Na cultura mexicana o dia dos mortos é muito importante. Por inspiração da tradição das culturas indígenas é um momento de conexão com os antepassados em que são feitas grandes celebrações familiares reforçando os laços com a ancestralidade.

Essa ligação com os mortos também se manifesta num respeito para com a terra onde eles descansam e para todos os presentes que os antigos legaram para a presente geração.

Toda uma base de conhecimento dos ancestrais aponta para uma relação de cuidado para com a terra, das plantas e dos animais como parte de uma grande cadeia de vida que une o mundo material e o mundo espiritual. Especialmente forte nas comunidades tradicionais essa força tem sido fundamental na defesa do modo de vida herdado dos antepassados contra os interesses da indústria da agricultura química no país.

Ver o post original 544 mais palavras