Os escritores e o álcool

Michelle das 5 às 7

Os últimos tempos estão mais difíceis para mim do que a pandemia toda. Tive problemas de saúde, a saúde mental está em frangalhos e a ansiedade está paralisante. Pensei em abandonar este blog. Eu não conseguia me concentrar em nenhuma leitura, então não tinha sobre o que escrever. Em 2018 tive uma fase bem complicada e minha maior companhia foi o livro A cidade solitária da Olivia Laing. Comprei recentemente outro livro dela, Viagem ao redor da garrafa (trad. Hugo Langone) para ver se ele traria um efeito tranquilizante.

Não foi uma leitura fácil, não porque o livro seja chato ou difícil, está tudo ligado com a minha situação atual. Aqui Laing foca em seis escritores: F. Scott Fitzgerald, Ernest Hemingway, Tennessee Williams, John Cheever, John Barryman e Raymond Carver. Ela analisa cada um deles, envoltos pela bebida e os impactos que ela trouxe para suas vidas e respectivas obras.

Ver o post original 560 mais palavras