Rir é um ato de resistência

Renan Berlitz

Nas correrias da rotina, deixei passar um tempo considerável sem escrever nada. Entretanto, hoje meu dia começou com a notícia da sua partida. Fiquei triste, abalado. Como em outras ocasiões, anotei que precisava registrar umas palavras a você mais tarde, porque sabia que era bem provável que deixaria isso passar, devido a todas as atribulações diárias. Eis que um bichinho pousou bem no seu nome, com asinhas no formato de coração e que gerou essa foto. Sabia que era hora de escrever novamente.

Eu nunca gostei muito da nomenclatura “humorista”, porque eu sou uma exceção à regra, onde eu dificilmente dou risada com eles. Ainda assim, você era um dos poucos que sempre me fizeram rir, motivo pelo qual acompanhei o seu trabalho e, consequentemente, virei fã. No meu mundinho particular e, na minha humilde opinião, você foi o melhor de todos. Eu acabei não me dando de presente assistir…

Ver o post original 156 mais palavras