A gourmetização esportiva extrema

Fut'n beer

A semana se iniciou com a notícia da criação da Superliga Europeia.

Nada mais é do que a gourmetização extrema de um grupo já bastante abastado que agora se viu no direito de se isolarem em uma redoma de privilégios e nenhum respeito ao espírito competitivo.

Clubes de tradição e alguns dos novos ricos decidiram entre si, abrir mão de suas origens, do respeito a seu torcedor e o caminho percorrido para serem o que são hoje para conseguir a maior renda possível para dividir no menor número possível de interessados.

Doze grandes clubes da Europa anunciam a criação da Superliga em comunicado  | futebol internacional | ge

Não há como ver graça em um torneio onde todos os anos, quinze dos vinte participantes serão os mesmos.

Não haverá uma disputa desportiva para se chegar à conquista de uma vaga, não haverá mérito para estar naquele posto.

Sim, todos sabem que o que move o esporte atualmente é o dinheiro. Mas, buscando enxergar além do lado financeiro…

Ver o post original 180 mais palavras