Seu Chiquinho estava de pé na porta

Gabriel Leite

Acho até que usava a mesma roupa de 20 anos atrás. Fui eu que, passando na frente do meu pai e da minha irmã, o cumprimentei; e disse que provavelmente ele não se lembrava de mim, mas morei naquela rua, na casa ao lado da sua, morei aí por muitos anos, vivia brincando aqui na frente e tinha até um irmão que andava de skate, e Seu Chiquinho, sem muito medo do Covid, chegou bem perto do portão, me olhando com olhos miúdos e espertos, lembro, lembro sim. Tinha poucos pelos na cara e estava com a boca ainda suja do almoço. Sorria enrugado enquanto respondia às perguntas que a gente ia fazendo… a mãe do Iang ainda mora aqui do lado? Mora. Ele não, né?, mas a mãe dele tá aí. E o Rodrigo? Rodrigo casou e foi morar pro lado de lá da escola. E a sua neta…

Ver o post original 269 mais palavras