Vê as pingas que eu tomo, mas não vê os tombos que eu levo…

Diário de Bordo Da Shao

filosofando

Fala terráqueos como vão vcs? Cês tão legais? Espero que sim… Eu tô legal… Continuamos aqui estamos nós em nosso tricentésimo septuagésimo segundo dia (372.º para vcs não se perderem a conta) e quinquagésima quarta semana de distanciamento social. Meu avô e minha mãe tinham uma frase, que eles falavam sempre que eu achava graça, eu ria toda a vez que eles falavam. E era assim que eles falavam “Fulano vê as pinga que eu bebo, mas não vê os tombos que eu tomo!” – não adianta, até hoje eu dou risada.

E meu vô gostava de uma pinga, mentira… ele era fresco, ele gostava de vinho. Pinga quem curtia era meu bisavô. Meu vô quando bebia era aquele bebum palhaço, que ficava de graça com todo mundo, passava na venda e comprava doce pros netos. Se vc visse meu vô com um buquê de flores debaixo de um braço…

Ver o post original 1.067 mais palavras