Os últimos dias de Gilda: o corpo e a casa como territórios de resistência.

Karine Teles é uma das atrizes mais intensas de sua geração. Dona de um olhar profundo, de uma expressão forte e de uma atuação carregada pela naturalidade, ela é uma espécie de atriz coringa no audiovisual contemporâneo, capaz de oferecer veracidade às personagens mais díspares – desde a turista oportunista de Bacurau, de Kleber Mendonça Filho e Juliano Dornelles, até a hipster furiosa do clipe de Vai Render, da cantora Letrux, passando pela ricaça carente dos primeiros episódios de A Regra do Jogo, novela de João Emanuel Carneiro que foi ao ar em 2015 na Rede Globo. Em todas as suas personagens, Teles confere naturalidade equilibrando em seu tom tragicômico um pouco de riso e um pouco de choro. Com Gilda, da série “Os últimos dias de Gilda”, disponível para streaming no Globoplay, não seria diferente.

Karine Teles, uma das atrizes mais expressivas de sua geração…

Ver o post original 800 mais palavras