Acabou a Vacina, Quem tomou tomou. Quem não tomou, tomou.

Tecnologia em Estado de Arte

A política de Relações Internacionais do Bolsonaro se mostrou um desastre.

Se você quer ser antiglobalização é preciso se totalmente independente do resto do mundo.

Mas no nosso caso, que não por acaso, mas por planejamento, somos um país agro, vamos depender do arado de burro por sermos um Estado Pária; ninguém nos quer como parceiro comercial, nem a China, nem a Europa, nem o Biden, nem a India.

No recente evento fiasco das vacinas de COVID-19 Indinas, o Sr. Enesto (asno) Araújo, confrontou a Índia dizendo que seria um privilégio para a Nação Indiana fornecer insumos para o Brasil (isso como se a Índia não fosse uma nação com mais de 5000 anos de história e bem mais desenvolvida tecnologicamente que o Brasil). Como resultado, os Indianos se sentiram ofendidos e colocaram o Brasil no fim da fila para receber matéria prima para a vacina.

Outra bola fora incomensurável…

Ver o post original 95 mais palavras