A TRILHA

Contos e Crônicas - Uma experiência literária

Hoje foi o dia em que me perdi.

Os primeiros raios de sol tocavam meu rosto e revelavam os primeiros passos da trilha. A subida era íngreme, mas a leve brisa da manhã tocava meu rosto. Pensamentos passavam tão rapidamente pela minha cabeça, conforme a adrenalina da escalada aumentava, mas a concentração que a caminhada me exigia não permitia que prestasse atenção a suas nuances.

A primeira gota de suor rolava pela minha testa quando as reflexões em minha mente me dirigiam à minha infância.

“- Vamos brincar!”

“- Filho, coma tudinho, pra virar um homenzinho.”

“- Quero ser seu amigo.”

Vozes aleatórias se juntam à torrente de lembranças, nem todas elas nítidas, mas que meus passos não me permitiam atentar a seus detalhes. A subida era cansativa e perigosa, não me atrevo à olhar para trás.

Um passo em falso e escorrego, batendo meu joelho direito contra as pedras…

Ver o post original 450 mais palavras