#DefendaoLivro

"Entre Aspas"

Eu, Evelyn, do @blog_entreaspas apoio o manifesto criado pelas entidades representativas do livro no Brasil, que são contrárias ao projeto de taxação do livro que integra a reforma tributária do Ministério da Economia.

O mercado de livros é protegido de pagar impostos pela Constituição. A não tributação do livro é comum em diversos países. Aqui no Brasil, a reforma de Guedes abre caminho para uma taxação de 12% aos livros.

Quais os efeitos dessa medida?
Com o fim da imunidade tributária, será impossível manter os valores cobrados atualmente pelo livro. Com o produto mais caro, o acesso à cultura passará a ser cada vez mais restrito e menos democrático, cenário que deve emperrar a difusão de conhecimento em um país que já apresenta baixos índices de leitura. O resultado será catastrófico para a nossa educação, do ensino básico à universidade.

Como isso afeta o mercado editorial?
Em um setor já…

Ver o post original 49 mais palavras