Paisagem Sonora Para Estirâncio

escamandro

capa estirancio disco.jpg

Parte da história, como o eixo & a roda, a voz colocada como objeto vivo da realização do poema sempre esteve entre nós, ouvintes & falantes & ledores, e uma busca rápida pelo campo da produção oral, via Zumthor, resolve meio caminho de pesquisa. Se se pensa que temos toda uma genealogia da oralitura dos terreiros & povos das florestas com seus cantos rituais, bem como a dinâmica muito eficiente da canção em tornar a poesia como campo de presença, e realização da voz-texto, nos coloca a ver os processos intermináveis dos fios de reconfiguração intermedial, que sempre nos foram uma corrente muito próxima e apropriada de fatura poética.

Da recuperação da voz de Mário de Andrade, via Turner, passando pelos discos gravados por Bandeira, Drummond, Vinícius, João Cabral, entre outros; atravessando as tensões vocalizantes da pós-vanguarda e os eventos performadores da componente marginal dos…

Ver o post original 841 mais palavras