Mutum

Elas contra Tebas

Graffiti de Michele Cunha.

Thata Alves –

Eu nunca tive animal na minha casa. É que sempre me preocupei com pôr a comida pros meninos e ter mais um bicho significaria ter mais uma boca para fazê-lo. Tanto que uma vez eles disseram assim:

– Mamãe a gente quer um cachorrinho.

Fui lá e expliquei que um cachorro precisa de muitos cuidados como dar banho, dar comida, levar ao veterinário (que era o médico dos animais), limpar o coco, sair pra passear, evitar as pulgas, adestrar, dar injeção… E após a conclusão da minha solução com bons argumentos, eles me responderam:

– Ah entendi mamãe, então pode ser uma irmãzinha!

Me restou apenas rir, né? Não contaria pra eles, naquele instante, que ser mãe é padecer no paraíso.

Mas, tínhamos animais no quintal, visitavam-nos, as borboletas, os canários, minhoquinhas, gatos intrusos, abelhas e mariposas.Eu tinha um passarinho especial. Nunca quis…

Ver o post original 484 mais palavras