Formidáveis Grãos de Poeira

NOTA manuscrita

Imagem de capa. Cartão-poema 01. Coletivo Monográfico. 2013.Cartão-poema 01. Coletivo Monográfico (Fabiana Pedroni, Joani Caroline e Rodrigo Hipólito). Texto impresso em papel manteiga e deixado dentro de livros de biblioteca pública. 2012.

Texto de Corina S. Navalla

Salamanca, Janeiro/17, 2013

“O mundo se apossa de nós porque nós nos apossamos do mundo, em pequenas partes”. É numa conversa flutuante e íntima que estendemos nossos domínios perceptivos, ao conferir significados para alguma pequena mancha no chão, flertar com um barulho irritante na lateral do ônibus voltando pra casa, subir todos os dias pela mesma escada ou acreditar piamente possuir um jeito só seu de abrir uma porta emperrada.

Conquistar a realidade através das insignificâncias, emprestando-lhes sentidos desdobrados pela vontade de reconhecer o mundo em que se habita, é o que faz o Coletivo Monográfico, no projeto “Ínfimos Corriqueiros – Pormenores Possessivos” (ÍC-PP).[1] Num conjunto crescente de propostas que perpassam instalação, intervenção urbana, ilustração, poema…

Ver o post original 607 mais palavras