Como a desatenção favorece a disseminação de fake news sobre a Covid

Fábio Vasconcellos

Mídias sociais e aplicativos de trocas de mensagens, como o WhatsApp, apresentam duas características que estimulam a produção e o compartilhamento em massa de conteúdo. A primeira delas, a chamada busca por “aprovação social”, ou o desejo de sermos aceitos pelo nosso grupo, aparece no volume de cliques, curtidas e reações positivas. A segunda característica é o dinamismo das trocas, fruto da presença dos aplicativos nos celulares e da facilidade com que, em poucos cliques, o seu grupo tenha conhecimento do que você pensa ou que você tem feito.

Um modelo de comunicação centrado na aprovação social e nas facilidades da tecnologia pode ser um campo fértil para o compartilhamento com baixa reflexão. Ou seja, mais intuitivo, com pouco tempo para pensar sobre o conteúdo que estamos compartilhando. Imagine esse modelo diante de uma pandemia de uma doença ainda pouco conhecida e em um ambiente infestado por notícias falsas?

Uma…

Ver o post original 647 mais palavras