A verdade estampada na cara

em

Elas contra Tebas

Imagem: Hailey Sterling.

Elisa Dias –

Hoje eu acordei sufocada de meus próprios desejos que foram abafados como choro de amor por um travesseiro.

Hoje eu me deparei com meu rosto no espelho, acabado e marcado com os sonhos que a vida me fez sonhar e deixar pra outra hora!

Vendo a feiura envelhecer na face desse resto de mulher, que foi mutilada, por todo tipo de abuso da vida, mulher escarrada nesse mundo, nascia apenas pra ser mulher, pra parir!

Eu tenho vontade de gritar para o mundo todo ouvir. Já não suporto mais essa voz dentro do meu ser, rasgando peito afora, como facas finas, pedindo e implorando por um minuto de sua atenção.

Você me olha, mas não vê a mim, vê apenas os destroços em uma cara mal pintada, uma barriga d´água, um joelho torto, de carga pesada da vida.

Eu tenho o desejo de beber…

Ver o post original 227 mais palavras