Subjetivação, invisibilidade e precarização: o trabalho dos profissionais da saúde

Nuevo Blog

Kamille Ramos Torres¹

O trabalho dos profissionais da saúde é algo bastante discutido na literatura científica. Em uma rápida busca no Scientific Electronic Library Online (SciElo) foi possível identificar 798 pesquisas relacionando os termos trabalho e hospitais, muitas tratando de temas como a precarização do trabalho[i], o sofrimento[ii], a saúde psíquica[iii] e a subjetividade[iv]. Em um trabalho que desenvolvi em conjunto com o professor Francis Kanashiro Meneghetti descobri que os profissionais da saúde estão entre os que mais se suicidam, devido a alta carga de pressão que sofrem, já que lidam diariamente com mortes e conflitos[v]. Silva (1998, p.27[vi]) já apontava em sua pesquisa que os profissionais de hospitais públicos do Rio de Janeiro “[…] vinham sofrendo um intenso desgaste, produzido em sua relação com o trabalho, que se expressava ora em doenças passíveis de reconhecimento…

Ver o post original 1.472 mais palavras