Crescei e promblematizai

EDUARDO AFFONSO

simpsons

Confira a coluna de hoje n’O Globo:

Crescei e problematizai


Tudo começou nos anos 70, quando fomos alertados para a ideologia imperialista que nos ia fazendo a cabeça enquanto líamos, inocentemente, os gibis do Walt Disney.

Na década seguinte veio a psicanálise dos contos de fadas, e a revelação de que Chapeuzinho Vermelho se deixara seduzir pelo Lobo Mau por causa do desejo inconsciente pelo pai.

Mesmo tão escolados, levamos 30 anos para descobrir que os Simpsons não são uma linda e amarela família disfuncional como outra qualquer, formada por um macho ômega, estúpido em grau máximo, e uma fêmea centrada, pais de um menino irresponsável, uma menina disruptiva e uma bebezinha que, quando começar a falar, só trará verdades.

Marge usa um colar vermelho (mesma cor erótica do chapéu da Chapeuzinho e da gota de sangue da Bela Adormecida), e ele é sua coleira simbólica. Completando o kit machismo…

Ver o post original 227 mais palavras