Extração em uma manhã de nuvens cinzas

Fantasticontos, escritos e literários

O dia hoje começou bem estranho, não só pelo fato de ter dormido pouco, afinal eu considero que quatro horas e meia de sono é muito pouco. Mas vá lá.

Sai do hotel e peguei um uber para o aeroporto internacional, estava doido para ir para casa depois de uma semana difícil de trabalho. Passei na cafeteria do aeroporto e pedi um café com torradas enquanto aguardava o voo.

Enquanto bebia o café pelando alguém me chamou a atenção. A estranha figura, um rapaz com uma camiseta muito manchada andava sem rumo pela área de embarque trazendo uma mochila velha e rasgada.

Que camarada mais estranho! – pensei.

– Parece que ele precisa de ajuda – falou uma senhora a meu lado apontando para o rapaz.

Então a chamada para o meu voo tocou e a voz suave da atendente informou que em alguns minutos se iniciaria o embarque. A…

Ver o post original 1.545 mais palavras