Tempestade

Contos Abertos

Ícaro de Brito Pereira

“Mas há sonhos que não podem ser, há tempestades que não podemos resistir” – I Dreamed a Dream (Os Miseráveis)

Oi. Eu nunca pensei que estaria escrevendo isso a alguém, e nunca sequer pensei que escreveria isso a você, mas aqui estou. Pedro Gonçalves, 21 anos, totalmente afundado numa tempestade de emoções. Mas relaxa, eu não estou te culpando pelo meu estado. Nem poderia te culpar! As coisas fogem do nosso controle. Simples assim. Sobre a citação da música que coloquei ali em cima, isso já deve te dar uma ideia do que eu quero falar aqui. Mas vou falar de qualquer jeito.

Então vamos lá.

Eu já te contei sobre a minha ex-namorada, a Dayane. É, ela nunca foi uma brisa agradável. A Dayane sempre foi um vento forte e selvagem, do tipo que sai arrastando tudo. Mas como eu amava aquele vento! A minha…

Ver o post original 4.505 mais palavras