nexo

juliana sayuri

O golpe de 1964 em 3 momentos, 9 histórias e 25 arquivos

Com a participação de setores militares, parlamentares e civis, a deposição do presidente João Goulart deu início a 21 anos de ditadura militar no Brasil. Por que o 55º aniversário do golpe deve ser lembrado, mas não comemorado

Por Juliana Sayuri
De São Paulo
(Para Nexo – 30/3/2019)

Pela primeira vez desde a redemocratização, um presidente da República incentivou publicamente a celebração do dia 31 de março nos quartéis do país. Por meio de seu porta-voz, Jair Bolsonaro anunciou às vésperas da data as “comemorações devidas” dos 55 anos do golpe de 1964, completados neste domingo (31).

Depois, diante da repercussão negativa, trocou o verbo “comemorar” por “rememorar”. Mas ressaltou que não considera ter havido uma ditadura no país durante o período de 21 anos em que generais comandaram o Palácio do Planalto. […]

Foto: Wikimedia Commons

Ver o post original