Outras experimentações do urbano: múltiplos espaços, diferentes suportes

Leituras contemporâneas - Narrativas do Século XXI

Milena Tanure

Créditos das imagens: Imagem do livro “Territórios movediços”, de Felipe Rezende e Luma Flôres (Crédito: Caixa de Fósforo).

Iniciei as escritas neste blog falando sobre “Ruína de anjos”, uma peça teatral que, sendo encenada na rua, nos possibilita pensar uma outra experimentação da arte e da representação do urbano. O exemplo me interessa porque na minha pesquisa gostaria de empreender uma discussão sobre as representações contemporâneas da cidade de Salvador.

A princípio, as chaves de leitura eram as representações de cidade e de sua memória nas narrativas literárias baianas contemporâneas com foco na produção em prosa. No entanto, outros dispositivos têm se colocado como indispensáveis para pensar o literário e produzir uma crítica das imagens contemporâneas do urbano. Penso, por exemplo, no livro “Levante, o sistema caiu”, de Daniel Lisboa (Lambes do Mal): “é um manual de desobediência urbana. Nas páginas negras desse tratado pessimista encontramos o…

Ver o post original 464 mais palavras