Alegoria – ou mula sem cabeça: a cidade que casou com o Bispo

Nuvem | Arte e Crítica

Guga Ferraz realiza sua primeira individual na Artur Fidalgo Galeria apresentando trabalhos inéditos, realizados desde 2014. Reconhecido principalmente pelas intervenções de caráter crítico e dissensual que executa em espaços públicos desde o ano 2000, em sua exposição, composta por desenhos e esculturas, Guga não se desvencilha de seu processo de investigação sobre / na cidade, a começar pelo título: Alegoria – ou mula sem cabeça: a cidade que casou com o Bispo. O nome faz alusão à atual situação política do Rio de Janeiro – sob gestão do bispo Marcelo Crivella – tomando como referência a lenda do folclore brasileiro sobre uma mulher que se envolveu amorosamente com um padre e foi amaldiçoada. Alegoria se refere tanto aos signos presentes em seus trabalhos – que operam como alegorias da violência e do caos – quanto à dimensão carnavalesca presente na produção em questão, que adota tom irônico ao apresentar…

Ver o post original 577 mais palavras