PAUL ÉLUARD – A poesia será feita por todos…

Blogue dos Autores

PAUL ELUARD POESIA

PAUL ÉLUARD

(França, 1895 – 1952)

Poeta

A POESIA SERÁ FEITA POR TODOS…

Os verdadeiros poetas jamais acreditaram que a poesia lhes pertencesse exclusivamente. Na boca dos homens, a palavra jamais se extinguiu: as palavras, os cantos, os gritos sucedem-se sem fim, cruzam-se, chocam-se e confundem-se. O impulso da função-linguagem foi levado ao exagero, atingiu a exuberância e a incoerência. As palavras dizem o mundo e dizem o homem, o que o homem viu e sente, o que existe, o que existiu, o que existirá, a antiguidade do tempo, o passado, o futuro da idade e do momento, o voluntário e o involuntário, o medo e o desejo do que não existe, do que vai existir. As palavras destroem, as palavras predizem, encandeadas ou sem ordem -é inútil negá-las. Elas participam todas na elaboração da Verdade.

Os objectos, os factos, as ideias que elas descrevem podem extinguir-se por falta de…

Ver o post original 486 mais palavras