O conceito de cultura

Ensaios Céticos

Conceituar a cultura pode ser uma tarefa bastante inconsistente e escorregadia. Não raramente todas as armas são apontadas aos pesquisadores que buscam se aventurar nesse estimulante exercício teórico. Isso porque o conceito científico de cultura, que surge na Antropologia, rapidamente passa a ser absorvido por diversas áreas do conhecimento. Seus múltiplos desenvolvimentos promovem interpretações e ampliações que consideram os movimentos teórico-metodológicos de cada área, descaracterizando, em muitos casos, seu sentido inicial.

A raiz etimológica do vocábulo aparece pela primeira vez na Europa, no início do século XVIII. No auge do Iluminismo, passa a ser empregada para designar o status social do clero, da nobreza e da população. Nesse momento, seu viés progressista e reformista convida o cidadão europeu a enfatizar a razão e o esclarecimento, colocando em segundo plano as normativas religiosas e o misticismo (BAUMAN, 2011). A ideia de cultivar e cultuar se desenvolve em seguida, conferindo nações as…

Ver o post original 814 mais palavras

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s