Eu, meu vô e o Alzheimer

MARTINICANDO

051217_alzheimersresearch_THUMB

“Oi vô! Beleza?”

Essa é a saudação típica que costumo fazer com meu vô, que já está com seus 80 anos, sempre que o visito. Recebo um cumprimento e um olhar meio esquisito de volta, para logo após ouvi-lo perguntar para a minha vó ou para a minha mãe, em alemão, “quem é essa menina”?

Apresento-lhes o Alzheimer. Acho que nunca se falou tanto na doença como nos últimos anos. Livros, filmes e séries que abordam o tema têm se tornado cada vez mais comuns, e tentam explicar um pouco como essa doença neurodegenerativa funciona. “Perda da mente” é uma das formas mais ilustrativas e verdadeiras de se definir as doenças que envolvem a degeneração nervosa, na qual não só o Alzheimer está incluído, mas também a doença de Parkinson, a de Huntington e a esclerose lateral amiotrófica.

As doenças neurodegenerativas são chamadas assim pois ocorre destruição progressiva e irreversível…

Ver o post original 495 mais palavras

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s