#EuVocêTodasNós: Feminismo na rede machista, misógina, excludente

Lide Jornal

Por Bethise Cabral

De acordo com a ideia inicial, ela seria apenas mais uma personagem de um documentário que iria tratar sobre o feminismo na rede mundial de computadores. Tornou-se diretora da produção após defender o ponto de vista acerca da importância e, digamos, obviedade em ter uma mulher selecionando, organizando e dirigindo um documentário que iria falar sobre mulheres.

“O que é ser mulher para você?”, é com essa pergunta que a jornalista Ellen Paes dá o pontapé inicial num trabalho transformado em 50 minutos de muito aprendizado, representatividade e troca de experiências. E que foi lançado no último dia 8 de março, Dia Internacional da Mulher, pelo Canal Futura.

Imagem DocO documentário apresenta histórias de mulheres diversas: mães, negras, brancas, gordas, magras, lésbicas radicais, mulheres trans, periféricas. Cada uma delas é um recorte do movimento, que como bem diz a personagem, Nathalia Grilo, negra periférica feminista que milita no…

Ver o post original 315 mais palavras

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s