Tradutor traduzido (entrevista com o teórico cultural Homi Bhabha) – por W.J.T. Mitchell (1995) [tradução]

Antimidia

ABAAAfl3EAH-0 Homi K. Bhabha (nascido em 1949) é um teórico indiano que desenvolve estudos sobre o pós-colonial contemporâneo, hibridismo, uma série de campos do neologismo, além de construir estruturas teóricas de base. Atualmente é diretor do Mahindra Humanities Center, na Harvard University.

Tradução livre | Eder Capobianco Antimidia

Publicada originalmente na revista Artforum de março de 1995.

Em algum momento na primavera de 1984 um extraordinário ensaio chegou ao escritório da Critical Inquiry em Chicago: “Signs Taken for Wonders: Questions of Ambivalence and Authority under a Tree outside Delhi, May 1817”, submetido para uma edição especial de ensaios de Henry Louis Gates Jr. Ainda consigo lembrar a maravilhosa sensação de ler aquelas suaves e longas chapas de papéis de cebola leves como uma película, digitados com uma máquina de escrever manual. O autor, Homi Bhabha, era desconhecido por mim, e o fim do tópico – A chegada do “livro…

Ver o post original 9.176 mais palavras

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s