As mulheres que salvaram a DC Comics

Por Ana Carolina Fonseca

Patty Jenkins precisou de mais de uma década para convencer Hollywood a amar Diana Prince. A premiada diretora passou anos vendendo para estúdios e produtores sua visão da Mulher Maravilha, icônica heroína dos quadrinhos da DC Comics. Desde a primeira reunião com executivos até o lançamento do filme, 13 anos se passaram.

Ver o post original 593 mais palavras

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s