back to blue ou flores azuis

biblioteca passional

we only say goodbye with words

I died a hundred times

(Back to black – Amy Whinehouse)

Escrevo esse ensaio ao som de Amy, porque ela, talvez, seja para mim uma das vítimas mais apaixonantes do amor romântico. Em uma galeria imensa de histórias de amor sufocantes, que têm muito menos de amor que de ódio, todos já fomos um pouco personagens e já nos vimos às voltas com as violentas contradições do desejo. Socos na parede. Objetos estilhaçados pelos cômodos. E todos os clichês teatrais das brigas de casal. A encenação da raiva que começa como um jogo e cresce até extrapolar os limites da ficção. É mais ou menos assim que Carola Saavedra me apresenta Flores azuis, um romance,  que em uma primeira impressão, seria um livro sobre o amor. Ainda que seja apenas especulação, esse título me lembra a flor azul de Novalis, escritor do romantismo alemão, para…

Ver o post original 446 mais palavras

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s