Socorro

O poeta da Vila Prado

Olá, tem sido difícil escrever, as palavras se perdem em meu corpo todo, perco o fluxo, a ideia, o sentimento, nada flui. Tenho tido vários problemas para dormir, na verdade eu não sei quando estou dormindo, é estranho, confundo meus sonhos com a realidade, e meus sonhos agora são sonhos lúcidos, mas não consigo controlá-los, bem, tem sido apenas pesadelos, tenho medo de ir dormir e descobrir que na verdade estou acordando, medo de viver o pesadelo, medo de perceber que tanto faz estar dormindo ou não, é tudo a mesma coisa, isso me atormenta.
Sei que estou acordado agora, por algum motivo que não sei explicar, é estranho, a vida continua quando fecho os olhos, nunca sei o que realmente aconteceu no meu dia, é triste, ainda mais por classifica-los como pesadelos, essa é minha vida agora, esse pesadelo constante, essa falta de lucidez ou excesso dela, essa confusão…

Ver o post original 119 mais palavras

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s