Eu tenho que agradecer às mulheres

Temos que falar sobre isso - TQFSI

Mulheres, mães e meninas. Todas vocês. Anônimas, Julianas, Elisas, Anas, Teresas, Paulas, Marias, Carolinas, Fernandas, Cristinas…
 
Vocês que deixam um pedaço da alma, as angústias, os medos, as dores, as dúvidas, os choros, os gritos de socorro em relatos cheios de realidades tão difíceis de enfrentar todos os dias.
 
Mães que não encontram apoio, ouvidos, abraços e que precisam desabafar a cruel vivência que pode ser transformar-se em mãe em uma sociedade cheia de cobranças e expectativas irreais enquanto choram sozinhas em suas casas isoladas acreditando estarem fazendo tudo errado.
 
Mães que não conseguem dar conta sozinhas das milhares de demandas em casa, no trabalho, na vida de cada dia com um bebê que não é nada daquilo que os comerciais mostram.
 
Mães despedaçadas por não poderem amamentar, por terem que voltar ao trabalho com um bebê recém-nascido, por não poderem dar a comida orgânica, a…

Ver o post original 481 mais palavras

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s