Império dos Sonhos, Catarse, Críticos, Música – Enjoar não é nada mais que mudar de interesses

(pseudo) Projeto (meio) Cinematográfico

Esses dias vi Império dos Sonhos(2006), o filme do David Lynch mais conhecido por ser impenetrável e inacessível, que serve um pouco para ilustrar o que está acontecendo comigo. Estava achando tranquilo até 1 hora de filme, só que a próxima hora é onde os quebra-cabeças começam, pausei tudo em 2 horas e 12 minutos porque já eram quase 3 da manhã e eu estava morrendo de sono.

No outro dia acordei praticamente 12h, li umas coisas sobre o filme e só voltei a assistir o longa-metragem mais de tarde. Essa era uma experiência que eu tava me preparando faz um tempo, é o último filme do Lynch que eu tinha para ver (com exceção das cenas cortadas de FWWM) e eu não queria ir pra ficar tentando buscar significado ou não conseguir me soltar o suficiente para aproveitar e quem sabe tirar algo do filme.

Ver o post original 943 mais palavras

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s