Crônicas de um atendente de telemarketing 2

Donflavicos

E como o tédio é tão grande quanto o número de ideias que permeiam minha mente, então aí esta mais um conto dessa série

Tédio, Magia e Mulheres

Em certo momento eu já não me via mais em frente ao computador, o cenário ao meu redor se desdobrou e se apagou aos poucos até que eu finalmente me via sentado em uma taverna ao anoitecer, as chamas das tochas fixadas nas colunas que sustentam o piso do segundo andar sobre nossas cabeças bruxuleava fazendo as sombras se moverem e se deformarem em formas estranhas que em nada lembravam os corpos que as projetavam, ao fundo dois músicos tocavam em uma harmonia medíocre um alaúde e uma flauta, a canção era algo original o qual eu não conhecia e nem fazia questão de conhecer, no momento a única coisa que em que mente conseguia se concentrar era na caneca de cerveja…

Ver o post original 2.612 mais palavras

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s