Instalação artística: impressora catenária de cerâmica explora limites entre máquinas digitais e analógicas

Formactos

Para a inauguração da Semana de Design de Melbourne que aconteceu em março de 2017, o estúdio chileno Great Things to People (gt2p) apresentou sua impressora catenária de cerâmica, com a intenção de questionar os limites entre as máquinas digitais e analógicas, válido para várias áreas:

E se paramétrico não é digital? E se paramétrico é analógico? E se paramétrico é mais sobre materialidade e forças? (fonte: gt2p.com).

catenaria2 Impressora catenária criada pelo gt2p (fonte: archdaily.com).

Ver o post original 289 mais palavras

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s