encantação

Bastidores Poéticos

há palavras escondidas

nas curvas das orelhas

nas dobras das paredes

de pés no chão

esfregando o peito

na fuligem dos dias

.

estou começando a entender

o argumento das manhãs

dando respeito a detalhes

um dia irrelevantes

tenho aprendido a olhar

lagartixas nos olhos

a ver esconderijos

onde só as rãs podem

.

de ontem pra hoje percebi

que em minha janela

habita um pé de estrelas

Ver o post original

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s