A arte do Jornalismo e o retorno de antigos hábitos

O Rascunhador

Semana passada eu e minha noiva assistimos ao filme Spotlight, que conta a história dos repórteres do The Boston Globe ao investigarem e escreverem a reportagem sobre os vários padres da região de Boston que tinham histórico de pedofilia/abuso.

Filme espetacular, vencedor do Oscar de Melhor Filme etc, mas o que mais me chamou atenção não foi a pedofilia, a criançada que foi iniciada ao mundo do sexo através de um padre doido – e sim a seriedade e a importância do “verdadeiro Jornalismo” para nossa Sociedade.

Vivemos num mundo onde todo esse povo recebe uma avalanche de informações diariamente; avalanche essa que desce a montanha numa velocidade que não permite que ninguém se salve do soterramento da mente por mini-reportagens que cabem dentro de 140 caracteres ou menos, que só dão a manchete e não explicam, que não se dão ao trabalho de mergulhar um pouquinho que seja no…

Ver o post original 321 mais palavras

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s