Um grito em prol da pluralidade humana

Minuto Terapia

      Como adepto da liberdade, da polêmica e, principalmente, das coisas que fogem as regras, sou a favor das minorias. Isso mesmo, das pessoas desfavorecidas por “algo que elas são”. Sou a favor dos negros, dos LGBT’s, dos viciados (em suas mais variadas formas), das mulheres, dos moradores de rua e de um bocado de outras categorias.

      Na atual crise do país, – que não é apenas econômica – se você não for de classe média, hétero, cis gênero e branco, você tem uma grande chance de se enquadrar no time das minorias. É curioso pensar que, ultimamente, há uma série de minorias possíveis e inimagináveis. Penso que se nos juntássemos, seríamos certamente a maioria dominante. Mas, dominaríamos? E se dominássemos, quem é que marginalizaríamos?

      Confesso que o “faça isso, faça aquilo” nunca funcionou muito bem comigo. Eu sempre tive interesse em…

Ver o post original 627 mais palavras

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s