Antes de mais nada, ser verdadeira com minha arte

Escrito em V.

Processos de criação, de amadurecimento e uma reflexão maluca sobre isso

Conversas e leituras são realmente mágicas em nossa vida, não?

Eis que, um dia desses, eu e meu companheiro deslanchamos nos papos sobre processos criativos de criação de história durante a janta. Falei com ele sobre algumas produções novas que gostaria de fazer e ele, por sua vez, me contou das narrações de seu RPG, de seus personagens e afins. Um dos tópicos deste papo foi sobre as diferenças entre nossas duas formas de contar nossas criações: enquanto eu escrevo, reescrevo, reviso e reescrevo mais um pouco, ele planeja a linearidade e constrói sua história em conjunto com os jogadores de forma mais direta.

Ele me alertou sobre uma prática minha que, admito, é realmente muito presente nas minhas produções. Enquanto ele constrói e reconstrói a história a partir do momento, sempre pensando no futuro dela, eu tenho esta…

Ver o post original 1.171 mais palavras

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s