Descobrindo… Jazz! #1

Amplifiquei!

Particularmente, me considero um roqueiro no melhor sentido da palavra. As pedras e rochas são tão unanimidade na minha playlist diária que músicas que fogem do eixo sempre chamam a atenção. É um conforto tão grande ouvir um clássico e saber os disco e ano aos quais pertence, que desbravar novos gêneros tendo de escutar do básico até ter referências para apreciar as obras primas mais cultuadas é uma tarefa que, por mais que prazerosa, impacienta um pouco este que vos escreve.

Cá estamos para vencer o ócio musical. Sou um fã de (quase) todo tipo de música e entender minúcias de harmonias e arranjos é um hobby, então – não! – não sou um cabeça fechada. Mesmo assim, é notável que não invisto pesado em um novo gênero há algum tempo. O escolhido, como devem supor pelo título desse texto, é o Jazz, cujo o nicho é uma subcultura…

Ver o post original 512 mais palavras

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s