Ensaio sobre a canseira

Escrito em V.

          Breve desabafo e reflexão sobre o que me faz assumir não ser de humanas ou de exatas, mas de exaustas

            Quer saber? Chega. Não dá mais. Eu cansei

            Mas estou falando sério mesmo. Eu cansei e cansei pra caralho. Não estou falando nada sobre aquela canseirinha básica, aquela broxada de final de expediente ou muito menos àquele sentimento de “chega logo sexta-feira”. Ah não, não me refiro a nada comparável com uma corrida básica na esteira e o repouso logo em seguida pra recuperar o fôlego. Nem com qualquer sensação que se resolva na base de cervejinha e batata frita no final de semana. Rá, quem me dera. Nananinanão, eu estou realmente cansada. Verdadeiramente fucking cansada. Acabada, exausta, exaurida, esgotada e desanimada. Só o pó da rabiola. Só o maldito bagaço.

E se engana quem pensa que essa reclamação toda é só sobre algo físico. Aliás…

Ver o post original 929 mais palavras

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s