Sem testamento, Prince perde controle de sua música que tanto defendeu

UFW

prince-1978Durante uma carreira de quase quatro décadas, Prince rompeu com seu selo de gravação, mudou de nome e retirou suas músicas de serviços populares de streaming para mostrar que ninguém podia dizer a ele o que fazer com sua música.

Apesar de ter inspirado outros artistas, o impulso de controlar seu catálogo também limitou a exposição de Prince e afetou o valor de sua música. Agora, como ele não deixou testamento, os desejos dele estão sendo deixados em segundo plano. Sua herança, representada pelo veterano da indústria da música Charles A. Koppelman e pelo advogado do ramo de entretenimento L. Londell McMillan, está submetida a uma ordem judicial para que se tire o maior proveito de um catálogo de cerca de 1.000 canções que inclui “Purple Rain” e “When Doves Cry”.

Ambos selecionaram algumas das empresas mais poderosas da indústria da música, como a Universal Music Group, como administradoras do…

Ver o post original 336 mais palavras

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s