TRAVESSIAS

Devaneios de um Poeta

gaivota

TRAVESSIA I

05.01.2017

A noite é de silêncios, que com suas colunas de vento, faz-me crer que o indizível se torna real. A noite traz encantos e memórias, o tempo rápido e lento é a voz que destila a manhã. Viver é impermanente, então que seja agora todo esse querer.

Certa vez eu sonhei que te via na minha frente, e hoje o sonho tornar-se-á real. Um contato tridimensional, que dura mais de cinco anos, será quebrado. Descortinando a manhã, eu não sei qual reação será a tua quando me encontrar, mas compreendo que meu coração está a poucos KM de ser mais seu do que meu. Posso estar enganado quando as preciosas surpresas do tempo. Mas espero sem retorno, apenas falar que “eu te amo” e te ouvir repetir o mesmo e/ou me falar que é engano meu.

O dia de hoje é definitivo para muitas situações dentro e…

Ver o post original 276 mais palavras

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s