O ativismo fotográfico de Sebastião Salgado

Estranhos e Leigos

Ontem foi o dia do fotógrafo e para valorizar esses profissionais na qual eu me inspiro tanto, escolhi o mais destemido e talentoso fotógrafo brasileiro: Sebastião Salgado. Desde de 2014, quando eu comecei a estudar e praticar fotografia, tenho nele a minha maior fonte de referência artística e ativista. Pois esse sempre foi um dos meus maiores sonhos e objetivos de vida, antes mesmo de conhecê-lo: transformar a arte ou qualquer trabalho na qual eu estivesse envolvida em ações e soluções para outras pessoas, não somente para mim.

Desde o início da sua carreira como fotógrafo, que por sinal começou bastante tarde para o mundo competitivo de hoje (aos 30 anos), Sebastião sempre teve como foco aquilo que geralmente a grande maioria das pessoas ignoravam. E isso está presente desde o princípio. No seu primeiro livro ”Outras Américas” falando sobre os pobres da América Latina e no seu segundo chamado de Sahel “Homem em Pânico” onde…

Ver o post original 518 mais palavras

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s