MARCO PÉ FRIO

Crônicas da Vaca

Eu estava naquele boteco que o Marco Pé Frio frequentava, do lado do teatro que ele ia, por causa do ator, o ruivo. Ele me convidou pra ver uma peça (dele) no teatro, mas antes da peça marcou de me encontrar nesse boteco do Pé Frio.

Eu nem vi o Marco no boteco. Na verdade, a hora que eu cheguei, eu cheguei achando que aquilo nem ia ser um boteco, me arrumei toda chique, como se arrumam as pessoas que vão ao teatro em 1900. Eu tenho um pé em 1900. Já o ator ruivo veio do futuro: “Nos encontramos lá?”. E lá ele cumprimentou homens e mulheres com um selinho na boca. Muah, e aí, meu chapa. Muah, oi minha amiiiiga.

Graças a deus chegou a hora da peça. O teatro era ali do lado, fui andando sozinha (o ator ruivo e suas amigas foram juntos pra coxia), sentei…

Ver o post original 501 mais palavras

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s