The Dark Side of the Rainbow – Charles Savage (1995)

Antimidia

the_wizard_of_oz_judy_garland_terry_1939 Imagem | Wikipédia CC

O Dark side of the moon do Pink Floyd. A versão do filme O mágico de Oz. Duas peças de imenso sucesso da arte pop que você pensaria serem completamente não relacionáveis. Ainda que existisse uma conexão – não, realmente uma sincronia – entre os dois que escape a qualquer lógica ou compreensão.

Por | Charles Savage

Tradução | Eder Capobianco Antimidia

Por um lapso, momentaneamente, abandone sua razão e suas crenças em um senso de ordem para o universo. (Suspenda, também, sua crença de que nós poderíamos estar fazendo algum uso de drogas.)

Então alugue “O mágico de Oz”, desligue o volume da televisão, coloque o The dark side of the moon do Pink Floyd no seu CD player e aperte o play exatamente no momento em que o leão da MGM rugir pela primeira vez. (Algumas pessoas defendem no terceiro rugido, mas…

Ver o post original 1.232 mais palavras

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s