Arte e ativismo de Ai Weiwei

Hejgian

14012512_657708634384998_273129673_o

Era uma tarde atípica de inverno no dia 14 de agosto, a temperatura chegara a 25ºC; contudo, o sol já estava se pondo quando o filme estava prestes a começar na cinemateca Capitólio, no Centro Histórico de Porto Alegre. Há essa hora, dava para ver os raios de sol se esvaindo entre os antigos prédios construídos por volta de 1750 e que permanecem intactos até os dias de hoje, onde guardam entre suas paredes a história e a origem da capital do Estado. Faltavam 20 minutos para a sessão das 18 horas, e a cinemateca estava praticamente vazia. Dois idosos sentavam em cadeiras estofadas no canto do hall de entrada e discutiam sobre qual deles era o mais velho entre o seu grupo de amigos. Era dia dos pais. A cinemateca estava praticamente vazia.

A sala do filme não tinha sido aberta ainda, mas, logo ao lado, uma porta estava aberta…

Ver o post original 877 mais palavras

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s