Como conviver com o silêncio

O Homem Despedaçado

Desde antes de nos conhecermos como seres humanos, ele já caminha ao nosso lado, onipresente e distante. Alguns o consideram temível, outros o veem como um bálsamo. O silêncio possui muitas facetas, mas há quem o considere o verdadeiro criador do Tempo, o Deus que está por tudo e dentro de cada coisa.

As pessoas possuem medo do silêncio e, assim, preenchem a sua vida de sons e de ruídos. Ligam televisões, escutam músicas, falam alto – tudo para fugir da solidão. Não ouvir nada amplifica a grande verdade: estamos sozinhos. Não existe ninguém que possa preencher o nosso silêncio interno, e enfrentar os próprios pensamentos é entrar em uma espiral de insanidade.

O silêncio pode dizer segredos e originar reflexões desagradáveis; melhor sufocá-lo antes que nos incomode. Pergunto-me se todas as experiências artísticas não são formas de acabar com esse silêncio que nos carcome ao redor. Tenho a frequente…

Ver o post original 1.552 mais palavras

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s